Hora da sesta


Este site, fundado em
maio de 2003, é elaborado por
Marcelo Lefèvre,
com a colaboração de
Anderson "Cebolinha" Silveira, Arnaldo Marques Loureiro, Edson "Agnes Gold" Watanabe, Eduardo Garcia (EUA), Eduardo Silva, Felipe Passantino, Jaime Ballalai, Jô "Much Better" Garcia, Milton Blay (Paris), Milton "Giorgio Vergano" Moreno Garcia Jr., Nixon "Grimaldi" Mendonça, Roberto Carlos Micka, Sergio "Clackson" Christianini,
Samir Abujamra.

Patrocinadores:
 Coudelaria F.B.L., Haras Dilema, Haras Moema, Haras Regina, Stud 13 (Recife),
 Stud Casablanca, Stud Champion Spirit, Stud Daltex, Stud Meyer, Stud Miss Kin, Stud Nicholas e Enrico Jarussi, Stud Nova República, Stud Rancho 3, Stud Romafi, Stud Turf Paixão, Stud Vale dos Reis, Thomas Weda Spalding.


Se quiser receber esta coluna
Contato

 

PPR NO FACEBOOK

Para participar clique aqui 

  
                     Edição atual: 31/07/2015                                                                                  Edição anterior:  24/07/2015     

 

 
 

Eu não conseguiria

Anos atrás, fui viajar para cobrir um Arco e esqueci de deixar separado na minha casa o dinheiro para a diarista que ia todas as semanas no apartamento. Foi o suficiente para eu passar alguns dias preocupado e pensando no assunto, até chegar a 5ª feira quando liguei de Paris para minha casa e expliquei o que tinha ocorrido. Como ela trabalhava também na casa da minha filha aos sábados, acertei dela receber o dinheiro com dois dias de atraso, e tudo ficou resolvido, minha dor de cabeça passou.

Na semana passada ouvi o presidente do Santos sendo entrevistado para explicar, ou tentar explicar, os salários atrasados e pendurados, que já fizeram o clube perder diversos bons jogadores, amargando hoje a zona do rebaixamento no Brasileirão.

E na última 2ª feira, no Mercearia, fiquei silenciosamente observando Eduardo Rocha Azevedo e Ricardo Vidigal Monteiro de Barros, respectivamente presidente e vice do JCSP, que além de nunca mais ter pago em dia seus funcionários, deve há meses para seus principais fornecedores, no caso os proprietários de cavalos.

 Certa vez, um turfista gozador que nem me lembro mais quem foi, sugeriu que eu me candidatasse à presidência do JCSP, vejam só!

Ainda bem que não levei a sério a piada, se tivesse levado, estaria no mínimo internado num manicômio.

"Bem pago está quem por satisfeito se dá."
(William Shakespeare)

 

Tema Musical  

Entrou em cartaz em São Paulo o filme francês Une Rencontre (Um Reencontro) dirigido por Lisa Azuelos, que conta a já batida história de uma bela mulher, no caso a ex Bond Girl Sophie Marceau (foto), que está se divorciando, e conhece um advogado François Cluzet, bem casado e tipo 'família'. É apenas um filme agradável de se ver (Paris principalmente), que na sua trilha musical apresenta dois grandes sucessos, que agora divido com nossos leitores: For Once In My Life, com Stevie Wonder, que vocês ouvirão clicando acima em tema musical, e com Angus Stone Happy Together, clicando aqui.
 


 

Você sabia?

Moon River é um 3 anos castanho por Wild Event e Bye Bye Caroline, por Royal Academy, de criação e propriedade do Haras Doce Vale, que competirá com muita chance na 5ª prova da noturna carioca, dirigido por W.S. Cardoso, com treinamento a cargo de I.C. Souza (CT).

Moon River é um clássico da música americana composto por Henry Mancini, com letra de Johnny Mercer, originalmente interpretado no filme Breakfast at Tiffany's por Audrey Hepburn, e que valeu a seus autores Óscar de melhor canção original. Gravado posteriormente por diversos artistas, entre os quais Danny Williams, Louis Armstrong, Perry Como, Lena Horne e Andy Williams, a versão que apresentarems aqui é uma homenagem aos 100 anos de nascimento (12/12/1915) do inimitável Frank 'Blue Eyes' Sinatra.

Clique aqui e ouça, preferencialmente, e se possível, de olhos fechados...
 

Moda Turfe 

Apresentamos nesta edição peças de roupa especialmente produzidas para os (as) amantes dos cavalos: cueca, calcinha, sandália e um babador com os dizeres 'eu só babo sobre cavalos'.









 

Joqueada da semana

Para muitos vivendo a melhor fase de sua carreira, Acedenir Gulart assinou 14 compromissos de montaria na semana que passou, venceu com 4, pagou 4 placês, obteve 5 colocações e descolocou-se apenas 1 vez. Sua vitória mais bonita, sempre acreditando que daria para ultrapassar o virtual ganhador Ilvyrrhythm, aconteceu na 3ª prova da noturna com Bonde Do Trigrão. Na foto abaixo vemos Gulart vencendo com Helvetia Polo, do Figueira do Lago.

Pixotada da semana

M. Ribeiro figurou na seção Joqueadas recentemente, esta semana é aqui nas Pixotadas o seu lugar, mercê da desastrosa direção no favorito É O Cara na prova de abertura da sabatina paulistana. Cliquem aqui  e vejam a lambança que ele foi capaz de fazer em apenas 1 km, se permanecesse onde estava ganharia fácil o páreo.
 
Banho da semana
Cabalgada vinha de duas excelentes corridas, foi de V. Gil, e por este motivo os apostadores a elegeram favorita na prova de abertura da domingueira na Gávea, com rateio de 2,1. Sem nenhuma ocorrência veterinária, a égua fechou raia na 12ª colocação, sem jamais dar a menor impressão.
 

Bomba da semana

Com um retrospecto calamitoso, Benegas tinha poucas chances na 6ª prova da primeira reunião da semana carioca, no entanto surpreendeu muita gente e ganhou sem susto, pagando 'apenas' 15/1. Traduzindo, os sabidos mamaram...

Estamos precisados 

Esta foto eu achei nos meus arquivos de 10 anos atrás, e se não me falha a memória foi tirada em Portugal. Mas isso pouco importa, a verdade é que se a propaganda não for enganosa, eu e os amigos Edu 'El Sheik' Bechara e Jorge Castro vamos descobrir onde estão rolando estas sessões ou outras similares, e marcaremos presença. Que fase...
 


 

 

Com vinho da boca

Faltando pouco mais de dois meses para o Arco, confesso que esta 'seleção' de queijos franceses postada por uma amiga no Facebook me deixou com água na boca, ou melhor, com vinho na boca. Quem também não resistiu a um comentário foi nosso colaborador Jaime Ballalai, que me pergunta se conheço em Paris algum 'rodízio' de queijos e vinhos, como existem por aqui os de churrasco, pizza, comida árabe e japonesa. Como não conheço, repassei a pergunta para nosso colaborador em Paris Milton Blay, que prontamente respondeu o seguinte: "Meus caros, não existe rodízio de queijos e vinhos em Paris. Mas se pode degustar em "bares" de queijos, como o L'Affineur Affiné, Le Saint Severin, Pain, Vin et Fromages, L'Assiette aux Fromages, La Coop, Fil O Fromage, etc. A melhor loja de queijos de Paris é a da Marie Quatrehomme. O Androuet atualmente tem 7 lojas em Paris e 4 em Londres, mas um só restaurante, que fica na capital inglesa. Para um bom fondue, Le Chalet Savoyard. Bon appétit!"
 


 

Fedeapra

Depois daquela foto do banheiro caindo aos pedaços, apresentamos aqui mais uma imagem para ilustrar o Festival de Abandono do Prado, tirada na reunião noturna da última 2ª feira em Cidade Jardim. Na oportunidade, os heróicos frequentadores foram surpreendidos com a falta das duas televisões que ficavam ali nas paredes acima das escadas que ligam o saguão de apostas às arquibancadas. As versões que ouvi foram as mais diversas, desde que os aparelhos foram roubados, vendidos pelo clube para pagar dívidas, retirados pelos locadores por falta de pagamento, ou simplesmente em manutenção. Seja lá o que aconteceu, o mínimo que se exigiria, em respeito aos sobreviventes turfistas, seria um simples aviso no local informando o que sucedeu, e não este fio pendurado que vemos na foto.
 


 

O campeão voltou

Mesmo prejudicado com a mudança de pista, nosso catedrático obteve 60% de acertos. Vencedores - Dot It Far (2,2), Hayato (1,2), Itense Healing (2,8) e Desfrite (1,4); Placê - Kiss And Fly (2,2); Exata - Bend It e Cacone (3,8); Forfés - Dum Dum e Natural. Abaixo as indicações para esta semana.
 

CIDADE JARDIM

Sábado

4º páreo -  GP Margarida Polak Lara ( Taça de Prata )
Uma dobrada para acumular, Danza (5) tem amplo destaque, para a exata Daffy Girl (5a), sua vitória foi com muita sobras.

7º páreo - Copa ABCPCC (Velocidade)

High Hours (9) é força absoluta, Addae do Jaguarete (3), favorecida na escala de peso, poderá formar a exata.

Segunda Feira

6º páreo - Uma dupla para o Betting 5, Enigma Prince (2), e Lemon Twist (6), ambas visitam o claiming desfalcado de valores.

9º páreo - Neste claiming Caspian Sea (1) deverá vencer com rateio compensador
 

GÁVEA

Sexta Feira

3º páreo - Urutau (3) em grande forma deve figurar com destaque, é o animal a ser batido.

5º páreo - Ótima oportunidade para Hot Check (4) vencer, a chamada saiu camarada.

Sábado

2º páreo - Na pista de grama leve, Savage Girl (4) vai à forra com Bella Mia (9).

6º páreo - Belo Well's (5) volta do sul onde enfrentava turmas reforçadas, agora aliviado no peso pode ser a surpresa da sabatina.

Domingo

7º páreo - Confirmando a última onde teve grandes prejuízos, Japanese Morning (9) é a potranca a ser batida.

10º páreo - Vamos com a reabilitação de Hoppefully Winner (6), pule interessante para os concursos.

Segunda Feira

2º páreo - Acanchado e na distância ideal, Energia Feliz (8) é a melhor indicação da noturna.

10º páreo - Vamos triplicar o capital com Just Key (9), em excelente forma.
 


'Manjubinha' e seu ídolo Neymar 'Cai-Cai' Junior
 

 

Direto de Paris

Uma questão de detalhe - Para os brasileiros, inclusive da propria comunidade judaica, que não se sentiram incomodados com as palavras de um ex-presidente da República, comparando a “criminalização” do PT à perseguição dos nazistas aos judeus, vale a pena lembrar alguns meros “detalhes”: Alfred Flatow e seu primo Gustav Felix Flatow foram membros da equipe de ginastas alemães que dominou as provas das barras paralelas e da barra fixa em 1896, nos primeiros Jogos Olímpicos da época moderna, disputados em Atenas. Apesar de terem trazido medalhas de ouro para casa, décadas depois os dois primos morreriam no campo de concentração de Theresienstadt, na atual República Tcheca. Destino semelhante tiveram os irmãos Julius e Hermann Baruch, campeões de luta e levantamento de peso em distintas categorias durante os anos 1920. Eles também acabariam morrendo, o primeiro em Auschwitz, na atual Polônia, o segundo em Buchenwald, no estado da Turíngia, leste da Alemanha.

É bom mencionar estes atletas judeus, que competiram em nome de seu país - a Alemanha, porque Berlim organiza neste momento uma pequena exposição com o título "Do sucesso à perseguição: estrelas judaicas no esporte alemão até 1933 e depois". A mostra conta a história dos Flatow, dos Baruch e de milhares de outros atletas judeus que, com a chegada de Hitler ao poder, foram expulsos das federações e clubes, destituídos de seus títulos e medalhas e enviados para os campos de extermínio.

Através deles se documenta a trajetória de muitos deportados, que morreram nos campos de concentração, em câmaras de gás e fornos crematórios, ou foram vítimas da fome, do frio e dos pelotões de fuzilamento pelo regime nazista.

Tenho certeza que você se diria, como eu me disse, que as trajetórias destes atletas judeus, vítimas dos nazistas, nada têm a ver com o “ódio” aos petistas ou com a “perseguição” a Dilma. Não é o que pensa, contudo, o tal ex-presidente. Para ele, os nazistas e a elite brasileira são faces diferentes da mesma moeda.

Em tempo: este ex-presidente, que se declarou “de saco cheio”, também se referiu à perseguição dos italianos pelos fascistas e dos cristãos pelos romanos, ao comentar a injustiça de que é vitima o seu partido. Quanto aos primeiros, vale lembrar que o regime fascista foi responsável pela morte de milhões de pessoas. Quanto aos cristãos, mal sabe ele que na época do império romano o cristianismo não existia...

Mera questão de detalhe.


Correspondente em Paris há 35 anos, Milton Blay, autor do livro "Direto de Paris, Coq au Vin com Feijoada" pode ser ouvido em boletins diários nas rádios BandNews FM e Bandeirantes AM. Além do PPR, escreve semanalmente no site Por Dentro da Mídia e no Jornal Metro.

Na foto vemos a equipe de ginastas alemães que representou o país nos Jogos Olímpicos de Atenas, com Gustav Flatow o primeiro em pé à esquerda, e seu primo Alfred o segundo da direita para esquerda, na fila central.
 

 

Cruzando na frente

Na semana que passou nossos patrocinadores Nicholas e Enrico Jarussi venceram em Cidade Jardim pela quarta vez com Donna Runner, de sua criação (foto), o Haras Moema ganhou com Kitikero e Los Manos, e a Coudelaria F.B.L. - A Mais Querida do Brasil -, faturou com Carinhosa Mia na Gávea, numa direção bastante inspirada de Marcelo Gonçalves. Parabéns a todos e respectivas equipes.


 

Um Café Por Uma Barbada

O titular do Haras Regina, presidente da ABCPCC e sãopaulino Sergio Coutinho Nogueira é o entrevistado de Karol Loureiro esta semana no programa 1 Café Por 1 Barbada. Vale a pena conhecer um pouco da história desta importante família do turfe brasileiro, além, é claro, de anotar as barbadas indicadas no capricho pelo entrevistado. Clique aqui  e confira tudo.
 

 

Que País é Esse?

Neste altar não existe santo - A discussão, quando se fala no Petrolão, é se houve cartel, ou se as empreiteiras teriam sido chantageadas pelos abutres que ocupavam as diretorias da Petrobrás como, para usar expressão da moda, "paus mandados" de políticos no poder. Ora, pipocas, não há a menor dúvida, esse "coito" era consensual e prazeroso, e a única vítima de estupro, era a nação brasileira, que não participava da esbórnia, mas pagava e ainda vai pagar por muito tempo, a conta do motel ... A única surpresa nessa farra, foi surgir um grupo de jovens servidores públicos comandados pelo Juiz Federal Sérgio Moro, com determinação para "partir prá cima" da, esta sim, verdadeira e sórdida "elite branca" que sempre mandou e desmandou no Brasil, sem jamais ter sido, nem de longe, incomodada pela Justiça. Que o trabalho dessa nova geração de verdadeiros SERVIDORES PÚBLICOS frutifique e seus agentes possam alcançar outras áreas da nossa putrefata malha estatal. Aí, finalmente, um indivíduo conhecido na alta roda da bandidagem, como Brahma, poderá, por trás de grades, exclamar, cheio de pompa e circunstância, o seu bordão: NUNCA ANTES NESSE PAÍS! (Colaborou Jaime Ballalai)


 

Futebol

Não resta dúvida que as duas melhores partidas até agora do 1º turno do Brasileirão foram Sport 2x2 Palmeiras e Atlético Mineiro 3x1 São Paulo, quatro equipes que jogam ofensivamente, com velocidade e sem apelar para a violência, e que juntamente com o Corinthians, ocupam até o momento as cinco primeiras posições na tabela. Pela 16ª rodada que será concluída no final de semana, as partidas que me chamam mais a atenção serão Sport x Cruzeiro em Recife (dizem que a torcedora Subeida Mendonça já está rezando), Palmeiras x Atlético (PR) em SP já com lotação esgotada, e Flamengo x Santos no Maracanã, com expectativa de recorde de público.

Pela Libertadores o River deu um importante passo para sagrar-se campeão ao obter um empate sem gols contra o Tigres lá no México, mas o jogo da volta na próxima semana em Buenos Aires não será fácil, muito menos ainda o confronto contra o Barcelona no final do ano, provável goleada. Vamos conferir.
 


 

Santos

Como previmos o 'Peixe' venceu o Joinville e saiu temporariamente da ZR, mas provavelmente voltará para lá no domingo, pois será derrotado pelo Flamengo. Para esta partida o fanático santista Sergio Christianini, o popular 'Manjubinha', não está aceitando apostas.
 

 

Palmeiras

Depois de todos os  vexames por que passaram os torcedores do Verdão nos últimos tempos, é natural e explicável a euforia atual com time, que trocou a ZR pelo G4 e hoje é considerado pela maioria dos especialistas como um dos fortes candidatos ao título do Brasileirão. A meu ver o principal motivo que levou o Palmeiras a mudar de patamar, não foi a construção do novo estádio, nem a contratação de jogadores, a troca de técnico, ou a saída de Valdivia, foi a eleição de Paulo Nobre para presidente, um apaixonado pelo clube, mas acima de tudo empresário sério, honesto e competente, além de rico, claro.

Alguns amigos palmeirenses esquecem o que eu já escrevi neste espaço, por isso agora repito: se eu não tivesse me tornado sãopaulino, certamente seria torcedor do Verdão, porque nos meus tempos de criança e adolescente o Palmeiras era o único time capaz de encarar o quase imbatível Santos de Pelé, inclusive fui diversas vezes ao Pacaembu ver Ademir & Cia, um timaço! Além disso, estudei durantes anos num colégio italiano, onde a maioria dos colegas torcia pelo Palestra.

Este ano, até pela instabilidade e falta de confiança no meu time, ficarei muito feliz se o Palmeiras continuar neste ritmo e terminar o torneio no G4, de preferência como o único representante do futebol paulista.

E como prometi ao meu amigo Selim Nigri, aqui está o hino do Palmeiras para ele curtir à vontade, num interessante clipe que relembra as grandes conquistas e os craques que vestiram a camisa do Verdão.

Agora só falta o Stud Verde tornar-se patrocinador do PPR...    
 

São Paulo

"O Atlético Mineiro mereceu ganhar, e o São Paulo não mereceu perder", esta foi a opinião dos cronistas esportivos da equipe da Jovem Pan, com a qual eu concordo em termos, porque de fato foi uma partida muito interessante, mas que poderia ter outro desfecho se o Tricolor não tivesse desperdiçado tantas chances de marcar, inclusive antes do que seu adversário, o que certamente mudaria a história do jogo. O próximo confronto será dia 9 de agosto no Morumbi e vai definir o destino do time neste Brasileiro, e estou torcendo muito para o STJD suspender P.H. Ganso e Luis Fabiano no julgamento desta sexta-feira.
 

Corinthians

Se o Corinthians tivesse conseguido manter em seu elenco a dupla Guerrero e Emerson Sheik, seria um fortíssimo candidato ao título do Brasileiro 2015, com o ridículo e caricato Vagner Love de atacante, esta missão será quase impossível. 
 

 


Apoio produção do Pega Pelo Rabo:

MARCELO LEFÈVRE
Consultor em RH

Currículos, entrevistas e seleção de profissionais


Apoio divulgação do Pega Pelo Rabo:


O ponto de encontro da inteligência com a sensibilidade.