Desconfiança

 


Este site, fundado em
maio de 2003, é elaborado por
Marcelo Lefevre,
com a colaboração de
Anderson "Cebolinha" Silveira, Arnaldo Marques Loureiro, Edson "Agnes Gold" Watanabe, Eduardo Garcia (EUA), Eduardo Silva, Felipe Passantino, Jaime Ballalai, Jô "Much Better" Garcia, Milton Blay (Paris), Milton "Giorgio Vergano" Moreno Garcia Jr., Nixon "Grimaldi" Mendonça, Roberto Carlos Micka, Sergio "Clackson" Christianini,
Samir Abujamra.

Patrocinadores:
 Coudelaria F.B.L., Haras Dilema, Haras Moema, Haras Regina, Haras Tango, No Fear Stud, Stud Astor MM,
  Stud Casablanca, Stud Champion Spirit, Stud Daltex, Stud Figuron e Varanda, Stud Giovanna e Marcelo, Stud Miss Kin, Stud Nicholas e Enrico Jarussi, Stud Quintella, Stud Turf Paixão, Stud Vale dos Reis, Thomas Weda Spalding.


Se quiser receber esta coluna
Contato

 

PPR NO FACEBOOK

Para participar clique aqui 

  
                            Edição atual: nº 162                                                                                         Edição anterior:  nº 161     

 

 
 

 
Problemas e soluções

 

Tudo indica que nossos assinantes esta semana já poderão voltar a receber o PPR em seus endereços de email, pois parece que o problema técnico já foi resolvido.

A frase de Ariano Suassuna que escolhi para abrir a coluna desta semana (e os marimbondos de fogo estão vivos...) tem a ver com meus atuais sentimentos em relação ao turfe brasileiro, particularmente o nosso paulista. Ocorre todavia que, por alguma razão que não sei definir exatamente, a realidade que tenho percebido quando vou ao Jockey, não vem me deixando esperançoso, pelo contrário, o que não é nada bom, infelizmente.

Espero sinceramente estar redondamente errado (leiam nota Você sabia?), como errei quando previ que sábado passado meu time iria aplicar uma goleada, e ele perdeu. Assistindo a partida junto com meu filho, percebi que faltando alguns minutos para acabar ele já estava até achando que um empate não seria de todo mau.

Em relação ao JCSP, empate não serve, tem sabor de derrota.

 


O otimista é um tolo. O pessimista, um chato.
Bom mesmo é ser um realista esperançoso.
(Ariano Suassuna)
 

 

Tema musical  

Entramos na quarta rodada em que o PPR homenageia Chico Buarque pelos seus 70 anos, e minha escolha foi Atrás da Porta, composição em parceria com Francis Hime, aqui na interpretação emocionante da inesquecível Elis Regina.

Pouco conhecido da grande maioria dos admiradores de Chico, nosso segundo tema é o delicioso Tango do Covil, que faz parte da Ópera do Malandro, que aliás continua mais atual do que nunca. Uma ótima e sugestiva indicação do nosso leitor Antonio José Pais de Moura, a quem agradecemos. Cliquem aqui  e divirtam-se com esta canção.
 

Você sabia?

Rondelli é um castanho 3 anos por Snack Bar e Gata Pintada, por Spring Halo (ARG), de criação do Haras Santa Amélia e propriedade do Haras Regina, que, vindo de vitoriosa e autoritária estreia no Tarumã, competirá pela primeira vez em CJ na condição de força na quarta prova da noturna, sob a condução de José Aparecido, preparo de L.R. Feltran.

 

Neste inverno que já atropela duro pelo sul e sudeste brasileiros, quem não gosta de uma deliciosa receita de Rondelli, acompanhada de um rouge de categoria? O rondelli, em sua origem na Itália e em tradução livre, é a junção dos significados no latim e no italiano, ou seja, “redondo, perfeito e completo”. Nem é preciso traduzir para ter a certeza que esse prato realmente é sinônimo de perfeição, razão pela qual as grandes cantinas o tem como destaque no cardápio. Indo mais a fundo, rondelli vem do latim rutundus, ou “redondo, circular”. No idioma taliano “redondo” é rondo, portanto rondelli é seu diminutivo plural. Rutundus também pode significar “perfeito, completo”, eis porque dizemos que alguém que discorda de nós está, claro, “redondamente enganado”. O nome foi dado a estas massas devido à forma circular que elas têm vistas de cima.

Para deixá-los com água na boca, já que o PPR costuma entra no ar às sextas-feiras próximo da hora do almoço, abaixo vemos quatro receitas da iguaria, a saber: três queijos ao sugo; de frango; de ricota e uva passa com molho branco; de escarola, ricota e nozes. Na dúvida, eu pediria um de cada.

 








 

                     

 

Eu odeio quem anda de ônibus!!!

Na capital paulista, caso um usuário permanente de automóvel resolvesse pronunciar em público este desabafo acima, talvez terminasse a sua jornada na vida amarrado a um poste e espancado até a morte. A contrário senso, no entanto, o nosso alcaide, Fernando Haddad (petista, naturalmente), segue indo além de vociferar contra todos os que trafegam pelas nossas vias, fazendo uso de carros. Ele parte do verbo à ação e, na sua ira, desconhece limites, criando faixas e mais faixas de rodagem exclusivas para ônibus e espremendo os automóveis nas avenidas estreitas, ameaçando aumentar os períodos de restrição dos chamados "rodízios" e, para completar sua obra, 'mandando' um aumento de 67% no custo/hora da chamada Zona Azul, que é o estacionamento nas ruas permitidas. Alguém precisa explicar a esse "poste sem lâmpada", criação do Lula, que a única maneira CIVILIZADA e DEMOCRÁTICA de substituir o uso do automóvel pelo transporte coletivo é a criação de linhas de metrô abundantes e capazes de fazer perceber a quem precisa se locomover na cidade, que seu trajeto poderá ser cumprido em um terço do tempo, caso dispense o automóvel e passe a utilizar este meio de transporte. Tudo isso sem levarmos em conta (levamos em outro lugar) os absurdos preços dos próprios automóveis no Brasil, somados aos escorchantes estacionamentos, seguros, multas, IPVA, pedágios, e dentro em breve, com certeza, os combustíveis. Coitados daqueles que dependem dos seus carros para trabalhar e viver, eu há anos me livrei dele.
 


 

No caminho certo

E o Jockey Club de Rio Grande do Sul continua dando o exemplo, agora uma aliança entre gaúchos e uruguaios pretende ampliar e fortalecer o mercado agropecuário e de apostas nos dois territórios

Nesta quinta-feira (24) foi assinado no Jockey Club do Rio Grande do Sul um protocolo entre os governos do Brasil e do Uruguai, registrando objetivos e intenções comuns no que diz respeito aos cavalos de puro sangue. Para firmar este protocolo estarão presentes na capital gaúcha o Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil Neri Geller, e o representante do Ministério de Economia e Finanças da República Oriental do Uruguai, Javier Chá.

Referência brasileira no tema da eqüinocultura, o Rio Grande do Sul concentra 50% da criação brasileira de cavalos Puro Sangue Inglês, cuja exportação para o Mercosul, cresceu 1200% nos últimos 15 anos, demonstrando toda potencialidade do segmento. Com o intercâmbio que será gerado entre os Hipódromos em função do Protocolo Brasil Uruguai, o mercado deve aquecer-se ainda mais, uma vez que prevê também a integração do sistema de apostas, gerando empregos e uma receita de 245 milhões no Movimento Geral de Apostas até 2016, um acréscimo de 49% em relação a receita de 2013, considerando os Hipódromos uruguaios de Maroñas e Las Piedras e o Cristal, em Porto Alegre .

O protocolo reconhece a proximidade geográfica e cultural entre Uruguai e Brasil – em especial Rio Grande do Sul e a importância da cadeia produtiva que gira em torno do PSI. A partir da assinatura, será formado um grupo de trabalho com representantes dos dois ministérios, que terá como desafios: Estabelecer um regime sanitário comum que facilite o intercâmbio e a circulação – tanto de cavalos em atividade, quanto para reprodução, com a criação de um passaporte eqüino; Gerar intercâmbio e cooperação entre os hipódromos com o objetivo de desenvolver a “indústria hípica”, desde a integração dos mercados de apostas até o desenvolvimento de projetos de educação e formação profissional, qualificação dos hipódromos e da qualidade genética dos cavalos.

“Os governos do Brasil e do Uruguai estão dando um grande exemplo de agilidade e competência ao fazer um Mercoturfe – um Mercosul do Turfe – promovendo uma integração entre turfistas dos dois países e movimentando de fato a economia” – afirma José Vecchio Filho, Presidente do Jockey Club do Rio Grande do Sul, que recebe as autoridades e preside o Hipódromo que será referência para a efetivação do Protocolo.
 

 

 

O campeão voltou

Foi uma semana de bons rateios, nosso colaborador acertou Girador (3,4), Beautiful Point (3,1), Dom Ruinart (1,9)  e Bush Gardens (4,9), além dos placês de Galanteador (1,0), Colírio (1,5) e Bonce (4,0). Abaixo suas indicações para as próximas reuniões.

 

GÁVEA 

Sexta Feira

2º páreo - Os velozes vão favorecer a atropelada de Dixon (5). Pode triplicar o capital.

5º páreo - Só com as fêmeas e no claiming, Lemondrop (4) é ponto certo para os concursos.

Sábado - pistas programadas

1º páreo - Jornaliste (6) volta ao km onde figurou em chamada forte. Passando para areia, Virou Uma Onça (1).

4º páreo - Caprichada (2), voltando no último furo e lembrando na estreia comentada, vai estar com elas no final. Passando para areia, Senhora Olimpia (9).

Domingo - pistas programadas

3º páreo - Vamos com a exata 86. Clockmaker (8) deverá vencer com facilidade, e For To Rise (6) estava verde na estreia. Passando para areia exata 82.

7º páreo - Uma pule boa é Pick Of The Year (3), voltando ao lasix, bem colocado no partidor e largando junto, é carta brava.

Segunda Feira - pistas programadas

6º páreo - Este claiming camarada vai favorecer a vitória de Vip Thunder (4). Passando para areia, Novo Mercado (8).

9º páreo - Uma exata para os concursos de Betting é a 7/12, formada por Inesquecivelzeppe (7) em excelente forma e na sua vez de vencer, e Unico De Lorena (12), que deve figurar com destaque.

 

 

CIDADE JARDIM


Sábado - pistas programadas


3º páreo - Uma dupla certa é Zepellim (3), que vai agradecer o aumento de distância, e Cabos Brancos (4), caiu muito de enturmação. Na areia Zepellim (3).

7º páreo - Vamos indicar a favorita Letra Do Samba (10), sempre bem apresentada pelo competente Roberto Solanes.

9º páreo - Uma dupla (6/11) de Victor Vip (6), que venceu com facilidade em tempo bom para turma, e Kauaii (11), que gosta do km e vai beneficiada no peso. Areia Victor Vip (6).

Domingo - pistas programadas

1º páreo - Oahu (3) tem bom trabalho para esta chamada, confirmando deverá vencer.

7º páreo - Flexa Treze (4) volta de descanso pronto para vencer. Areia Waves Of Money (8).

8º páreo - Herdeiro Da Joya (1), na estreia no PR chegou por dentro numa raia anormal, não valeu. Agora em SP larga na pedra 1, é veloz.

Segunda Feira - pistas programadas

3º páreo - Moça De Birigui (8) vai gostar deste claiming, pule pequena para os concursos. Na areia Boy Of Point (7).

6º páreo - Uma exata boa é a 45. Cloudbuster (4) em grande forma vai atropelar forte, e Olimpic Dublin (5), volta com a língua amarrada, devendo reabilitar-se. Areia Cloudbuster (4).

8º páreo - Despencando para um claiming, Unique Colours (5) vai vencer. Areia Dancer New Man (8).

 


 

 

Direto de Londres

A mentira tem pernas curtas - O governo brasileiro, há três, quatro anos, afirmava peremptoriamente que o Brasil, depois de ter ultrapassado a Grã-Bretanha como sexta economia mundial, se preparava para superar a França, para ocupar a quinta posição e assim fincar pé entre os ricos deste mundo. Tudo isso seria possível até 2015 graças à feitiçaria do "Nunca antes neste país"...

Só que o castelo de cartas desabou.

Um relatório divulgado recentemente pela OCDE - Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, que reúne 34 dos países mais industrializados do mundo, afirma que o Brasil não conseguirá atingir o nível de renda média dos países desenvolvidos até 2050 caso sejam mantidas as taxas de crescimento atuais. A previsão distancia o Brasil até mesmo de outros países emergentes, cujo crescimento chamou atenção nos últimos anos, como a China.

Segundo o relatório, China, Panamá e Cazaquistão estão no caminho certo para equiparar sua renda à de países desenvolvidos nos próximos 35 anos. O Brasil ficou para trás, assim como ficaram para trás o México, Colômbia e a África do Sul, entre outros. "Muitos dos países que esperávamos que se aproximariam das economias avançadas até a metade do século não vão conseguir com as taxas de crescimento de hoje", disse o secretário-geral da OCDE, Angel Gurría.

O documento Perspectivas sobre o Desenvolvimento Mundial 2014 afirma que, nas próximas décadas, as economias em desenvolvimento continuarão a crescer mais rapidamente do que as de países mais avançados, o que é absolutamente normal. O relatório destaca que a desaceleração nas taxas de crescimento de economias mais maduras é "natural", mas afirma que isto se tornou um desafio para o desenvolvimento."Aumentar a produtividade poderia ajudar a reforçar o crescimento e reduzir a diferença nos padrões de vida em relação às economias avançadas mais rapidamente", afirmou Gurría.

A produtividade do trabalho na maioria dos países emergentes é inferior à metade da dos países desenvolvidos, segundo o estudo. No Brasil, México e Turquia houve uma queda no nível de produtividade. Enquanto China e Índia apresentaram crescimento nos índices de produtividade de máquinas e trabalhadores.

No caso brasileiro, são citados resultados ruins que o país tem no Pisa (exame internacional que afere o nível de educação) e os investimentos, que são menores do que os feitos em alguns países da Ásia, apesar de o governo federal afirmar o contrário neste início de campanha eleitoral. Ou Dilma está certa e a OCDE errada, ou vice-versa. Alguém está mentindo nessa história. Quem será?
 

Correspondente em Paris há 35 anos, Milton Blay pode ser ouvido em boletins diários nas rádios BandNews FM e Bandeirantes AM. Além do PPR, escreve semanalmente no site Por Dentro da Midia e no Jornal Metro.
 


 

Pra que facilitar? 

No sábado passado, ouço o seguinte diálogo entre dois turfistas nas arquibancadas de Cidade Jardim, logo depois do Clássico Imprensa:

- Quem é esta treinadora Camila Reis?

- É a 2ª gerente do treinador José Luiz Aranha, que está no lugar dele, suspenso.

- Ué, por que esta informação não consta do programa como se faz na Gávea? Se eu soubesse teria jogado esta égua Bela Bisca.

Traduzindo em miúdos, enquanto no turfe carioca os apostadores estão sendo cada vez mais bem informados, no paulista acontece exatamente o contrário, basta compararmos os sites oficiais das duas entidades.

 

Como facilitar

Na esteira da nota acima, o JCB acaba de anunciar uma novidade a partir desta sexta-feira, o 2º Pick 3, em que dois páreos obrigatórios estarão indicados nos programas, e o apostador poderá combiná-los com qualquer outro da programação, com a já tradicional bonificação de 100%. Vale ressaltar que o 1º Pick 3, também chamado de Pick Inicial, no qual os dois primeiros páreos são obrigatórios e o terceiro fica ao gosto do freguês, continuará existindo normalmente. Ambas as modalidades são extensivas ao simulcasting nacional, ou seja, os turfistas de São Paulo poderão apostar nesta nova modalidade, via JCB, também nas corridas de Cidade Jardim. Já vou depositar uma grana no teleturfe carioca para experimentar a novidade.  
 


 

Lá pelos lados do Sul

Nosso colaborador Anderson 'Cebolinha' Silveira, fundador da ILT - Imprensa Limpa do Turfe, informa que bom público compareceu ao Hipódromo da Tablada no último domingo de muito sol e temperatura amena, para prestigiar o 84º GP PRINCESINHA, páreo em homenagem ao ex-presidente Carlos Moreira Mazza (in memoriam). E que este GP já entrou para a história, em razão de uma mulher proprietária ter se sagrado vencedora, a popular Duda, do Stud Duda Alojamentos, com seu animal Desejado Punk, um 5 anos filho de Point Given e Punk Desejada por Punk, criado pelo Stud Alvarenga. Pilotado por J. E. Rosa e treinado por C.A.Garcia, o vencedor, desprezado nos remates e nas apostas, marcou o tempo de 127 1/5 para a distância de 1900 metros. Em segundo lugar chegou Jump Up, completou a trifeta Sonho Olímpico. Os animais mais cotados, que foram Alegoria, Hidramático e Jogo do Bem, nunca foram vistos na prova, chegando respectivamente na 8ª, 10ª e 11ª posições.

As transmissões pela internet, um grande sucesso, estiveram a cargo de Hermes Martins e Airton Barnasque, ambos também membros eméritos da ILT. Vale ressaltar ainda que tivemos também eleição no Jockey Club de Pelotas, tendo o atual Presidente Sr. Renato Braga sido reeleito.
 








 

Jaguaretê na cabeça

Com seis vitórias e duas colocações em nove inscrições, diga-se de passagem um magnífico aproveitando, o Stud Jaguaretê já livra três vitórias na primeira colocação nas estatísticas de proprietários em Cidade Jardim, graças ao empenho de toda sua equipe e especialmente ao excelente trabalho do seu treinador Mario André. Para as reuniões desta semana, as sedas de Luiz Antonio Queiroz estarão representadas por Zepellim, Jade's Pat, Majestoso e Boy Of Point. É bom os apostadores ficarem espertos.
 


Queiroz e Zé Maria Ferraz: atenção total
 


Argemiro no Itaquerão

Atendendo ao clamor popular, Argemiro do Bom Retiro finalmente apareceu no prado na última noturna, só quem não apareceu foram os populares, de modo que o folclórico e bizarro turfista ficou devendo um retorno em reunião de sábado. A tirinha desta semana mostra mais uma aventura do turfista pelas bandas do Itaquerão, desta vez para assistir seu Timão contra o Bahia.
 


 

Um Café Por Uma Barbada e Rede Turfe na TV

O melhor âncora do turfe brasileiro Celson Afonso é o nobre convidado de Karol Loureiro no 'Café' desta semana, e o Rede Turfe na TV apresenta imagens da inauguração do Hipódromo da Gávea, além de comentários dos principais páreos do eixo Rio-São Paulo e notícias, informações e debates. Apresentação do jornalista João Carlos Faro, participações de Joemil de Sousa, Fernando Lopes Guilherme Moniz Vianna e Jorge Ignacio.
 

Cliquem aqui  e confiram tudo via site do JCB.

 

Moda Turfe

Não resta dúvida que para as mulheres turfistas, ou mesmo para aquelas que não são turfistas ainda, mas já namoram, são casadas ou até filhas ou netas de turfistas, este lindo colar será um presente bastante apreciado.    


 

Cruzando na frente

Olympic Everglades do Regina, Sargento Mor do Quintella, e Country do Moema, que vocês apreciam nas imagens abaixo, e mais Real Of Fire do Vale Dos Reis e New Master da Coudelaria F.B.L., foram os animais de nossos patrocinadores que cruzaram na frente na semana que passou. Parabéns a todos.






 

 

Joqueada da semana

Antonio Queiróz ganhou duas lindas carreiras no último final de semana, na sabatina, mesmo suspenso, ganhou com Olympic Canadá o Clássico Presidente Rafael A. Paes De Barros (L), e na noturna a 6ª prova montando Sky Fly. Na prova principal, disputada na distância clássica de 2400, seu percurso no dorso do pupilo do Stud Irmãos do Turfe, criação do Regina, foi impecável. Já a narração do páreo, deixou a desejar. Acompanhem o replay da prova clicando aqui
 


Queiróz rumo ao disco com Olympic Canadá
 

Pixotada da semana

Não assisti o páreo ao vivo, apenas pelo replay, mas quando cheguei ao prado no sábado só ouvi uma coisa, chiadeira geral em relação a direção de N. A. Santos no favorito de devolução Galanteador no páreo de abertura do Pick 3 (que quase ninguém abriu), que me diziam foi de chorar. E foi mesmo, confiram no replay  

 

Bomba da semana

Super Angel devia estar com o diabo no corpo na 5ª prova da noturna carioca, porque com seu pífio retrospecto ganhar 'passeando' como ganhou por 3 1/4, com W. Freitas, sinceramente não dá para entender. Tudo bem que a chamada era para produtos de 4 anos sem vitória, mas mesmo assim, só com bola de cristal.

 

Banho da semana

Vindo de três primeiros, sendo dois no Cristal e o mais recente aos esbarros na Gávea em final de junho, rateando 1,7, com D. Duarte, desculpem, mas Lovebluepower não poderia chegar em 7º a 11 corpos do vencedor, e sem nenhuma ocorrência veterinária relatada. O que será que houve?
 

 


 

Que País é esse?

O IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Brasil subiu uma posição e superou a média da América Latina e Caribe. Com isso, o país ocupa o 79º lugar no ranking mundial com 187 países. O índice brasileiro é 0,744 -- a média da região é de 0,74 e a média mundial ficou em 0,702.

Os dados foram divulgados em relatório do Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) nesta quinta-feira (24) com base em números referentes ao ano de 2013. A escala do IDH vai de 0 a 1 -- quanto mais próximo de 1, melhor o desempenho do país.

Neste ano, houve mudança de metodologia e o Pnud atualizou todos os dados da série histórica, desde 1980. Com base na nova forma de calcular o índice, o IDH do Brasil referente ao ano de 2012 ficou em 0,742, que o colocou em 80º no ranking mundial.

Com o índice divulgado hoje, o Brasil está no grupo de países com desenvolvimento humano alto -- existem ainda faixas para "muito alto", "médio" e "baixo" -- e ocupa a segunda posição na lista dos Brics (grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). Com índice de 0,778, a Rússia ocupa a 54ª posição no ranking e, no grupo, a Índia tem o menor IDH, com 0,586, e está no 135º lugar.

Para se ter uma ideia, o IDH mais alto é o da Noruega (0,944) pelo quinto ano consecutivo, e o pior desempenho de desenvolvimento humano é do Níger (0,337). Dois países apresentam o mesmo IDH que o Brasil: Geórgia (país que fica entre a Europa e a Ásia) e por Granada (América Central).

Conforme o documento do Pnud, a expectativa de vida dos brasileiros é de 73,9 anos; a média de escolaridade entre os adultos é de 7,2 anos; a expectativa de tempo de estudo é 15,2 anos; e a renda nacional per capita anual é de US$ 14.275 (cerca de R$ 31.697 com o câmbio atual).


 

 

Esportes

Depois do vexame histórico na Copa do Mundo, não é que aparece um tal de Marcos Vinicius Freire, Superintendente Executivo de Esportes (belo cargo, heim?) do COB, Comitê Olímpico Brasileiro, estabelecendo com dois anos de antecedência para o Brasil a meta de 27 pódios e colocação até décimo lugar no quadro geral de medalhas nos Jogos Olímpicos de 2016, é mole? Será que ele já combinou alguma coisa com os adversários e nós não sabemos? Brincalhão.

E finalmente a Fórmula 1 não é mais transmitida ao vivo pelas rádios Jovem Pan e Bandeirantes, sobraram somente as rádios do sistema Globo, CBN e a própria Globo, provavelmente por obrigação contratual. A audiência da F1 pelo rádio deveria e deve ser traço, faz tempo, porque hoje em dia até porteiro de prédio tem televisão. Além do que, o nosso Felipe Massa não anima ninguém.
 

Futebol

Pelo Brasileirão, o Cruzeiro da nossa amiga Subeida começa a livrar perigosos corpos na dianteira, se bobearem não pegam mais esta Raposa. Já a briga pelas demais colocações no G4 está extremamente equilibrada, qualquer vacilo o cachimbo cai, como dizia o locutor Osmar Santos. Na próxima rodada a partida mais interessante entre esta turma é Atlético PR x Fluminense, acho que dá Furacão.

Já na ZR, o Mengão de tanta gente, nada de braçada na rabeira, também quem manda terem contratado o incompetente Ney Franco? Agora com o Professor Luxemburgo e seu 'pôjeto', não garanto que a coisa melhore, mas que vai ficar bem mais engraçada, com certeza vai. Outros fortes candidatos à Série B em 2015 são Bahia e Coritiba.

E a nova (?) equipe que comandará a reforma do futebol brasileiro depois da Copa. A única opinião favorável à escolha do Dunga foi, pasmem, do intelectual contemporâneo e ex-corintiano Vampeta; "O Dunga deveria ter continuado desde 2010. Ele foi campeão da Copa América, das Copa das Confederações e ficou em primeiro nas Eliminatórias. Perdeu da Holanda em um jogo normal em 2010. O único jeito de apagar a rejeição com que ele volta ao cargo é conseguir bons resultados".

A propósito, vocês gostaram do Dunga se comparando ao Mandela?




 

Santos

Os turfistas torcedores do 'Peixe', especialmente a Viúva do Cai-Cai Serginho 'Clackson', adoraram a derrota do São Paulo contra a Chapecoense em pleno Morumbi, só esqueceram que vão enfrentá-los agora no próximo sábado, na Vila Belmiro. Escaldado, vou jogar um triplo.

Palmeiras

O turfman Selim Nigri, titular do Stud Verde e palmeirense de quatro costados, é leitor habitual desta seção, e não perde a oportunidade de "tirar uma" com este cronista quando erro nos prognósticos, na semana passada foi a vez dele, embora seu Palmeiras também tenha perdido na rodada, mas do líder Cruzeiro, e não  dando vexame como deu o meu. Já pela Taça Brasil no meio de semana, Selim vibrou com a primeira vitória do técnico Gareca sobre o fraco Avaí, mas convenhamos, torcer para um time que tem Weldinho, Wellington e Wesley, não deve ser fácil. Mas domingo estou com você, meu caro Selim, DÁ-LHE PALESTRA!!!
 

São Paulo

Vexame total a derrota em casa contra a Chapecoense, que arrebentou com 99,9% das acumuladas de quem aposta em jogos de futebol, inclusive a minha, em que obviamente cravei o Tricolor, fechando no Internacional contra o Flamengo, no Cruzeiro contra o Palmeiras e no empate do Corinthians. Domingo o adversário é o Goiás fora de casa, mas com Kaká em campo, eu não ficaria triste com um empate.

Corinthians

A partida do último domingo contra o Vitória foi considerada por muitos cronistas como o pior jogo do Brasileirão até agora, eu apostei no 0x0 que pagava 8/1 com a maior segurança, foi o que me salvou na rodada. Já pela Copa do Brasil o jogo contra o Bahia foi um mero treino coletivo, e quem relaxou e ficou até o final da partida no Itaquerão, também conhecido como ARENA BNDES, ficou literalmente a pé, já que o metrô fez sua última viagem às 00:19.

Estou muito curioso para saber se a Rede Globo vai mudar o horário da novela para atender ao apelo da torcida corintiana, vou até perguntar para o meu amigo Lima Duarte o que ele acha. Outra coisa, como será que o metrô vai transportar no domingo as torcidas do Corinthians e do Palmeiras, juntas?

 

 
 


Apoio produção do Pega Pelo Rabo:

MARCELO LEFÈVRE
Consultor em RH

Currículos, entrevistas e seleção de profissionais


Apoio divulgação do Pega Pelo Rabo:


O ponto de encontro da inteligência com a sensibilidade.